Tem alguém aí?

1a47b6a213193d59abb3383e025720ef
Será que quando você chegar, você não vai se assustar com todas as cicatrizes, dores e medos que eu carrego dentro de mim?
Não deixe meu sorriso largo te enganar, na verdade eu sou feita pedacinho por pedacinho de cada momento da vida, tendo sido ele bom ou ruim, e quando você ver isso, você vai ficar? Eu só queria saber…
Nos momentos em que nada fizer sentido, você vai segurar a minha mão? Você vai ser o silêncio que eu preciso? A paz depois de um dia difícil?
Você vai ser a voz que vai dizer que tudo vai ficar bem? Vai ser o abraço que acolhe, aquece e protege?
Você ainda vai estar aqui quando descobrir o melhor e o pior de mim?
E a pergunta que eu me faço de tempos em tempos, será que você está por aí perdido em alguma estação do metrô, ou preso no trânsito de São Paulo, andando assim tão perdido quanto eu?