Ela Comeu A Maçã Envenenada

Duas mulheres em uma exposição (2021)

Duas mulheres vendo uma exposição.

Eu vou usar essa foto que eu fiz para falar algo que está me incomodando um pouco nesse domingo cinza e chuvoso, em plena primavera.

Penso nas festas que eu já fui. Era sempre assim, festas de amigos com amigos de amigos e amigos desses amigos. Pessoas estranhas. Somos todos estranhos no final das contas.
Aquela velha frase – De perto ninguém é normal – é sempre uma frase boa de lembrar.

Pessoas estranhas no sentindo completo. Não te conheço, e te conhecendo, você continua sendo estranho.

E hoje um estranho levantou uma questão que me deixou intrigada:
– Como uma mulher, em pleno 2021 pode aceitar a bebida de um estranho?

Fico triste porque percebo que na mente de algumas pessoas, a mulher é um ser um tanto ingênuo, até com déficit de intelecto e senso crítico.
Quase uma tolinha, como Branca de Neve, que aceita de bom grado uma maçã envenenada de uma pessoa que claramente é uma bruxa. Mas só faltava o letreiro em neon com os dizeres: BRUXA. Mesmo assim, ela dá uma bela mordida, mastiga e engole o pedaço de maçã envenenada. Os olhos brilham de satisfação, ela desmaia. Desmaia porque é burra e ingênua e a outra é bruxa e esperta.

É isso que muitas pessoas pensam de uma mulher. E deve ser muito cansativo para o príncipe encantado, que tanto trabalha e gasta o cérebro com raciocínio lógico, pensar que além de tudo, precisa salvar a Branca de Neve. Imagina isso no ano de 2021. Coitado.

Essas mulheres que todos os dias entram em Uber com um estranho. Que pedem um Ifood que é um estranho que entrega depois de buzinar ou gritar o nome dela no portão de casa. Que dão match no Tinder com um estranho que parece legal e interessante. Que trocam olhares com um estranho até bonito. São tantos estranhos na vida de uma mulher, desde profissionais da saúde até o porteiro. São tantos estranhos, até o mais próximo, o mais amado, um dia pode parecer um estranho.

Como esse estranho aí na tela que pode me ler.

A gente esquece e eles esquecem, que no final das contas, ninguém se conhece de verdade. E talvez o problema não esteja nessas mulheres de 2021. Mas eles não me ouvem, eu também sou uma estranha.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s