Pensamento Voa

Acordei às 3h da manhã com o barulho do vizinho. Quase três horas depois, e eu ainda estou acordada. O pensamento voa pra longe.

Aproveitei pra ouvir um podcast, mais uma dessas novidades dos tempos atuais. O episódio falava sobre a impermanência das coisas, como tudo passa.

Acredito que conforme a gente vai vivendo e vai perdendo coisas e pessoas, a ilusão do pra sempre vai se diluindo dentro da gente.

Acho que por isso o abraço das mães é tão apertado. A mãe vê o filho crescendo, ela se despede de cada fase que dura uma eternidade e acaba num piscar de olhos. Uma mãe abraça forte o filho.

E a gente abraça forte os bichinhos de estimação. Se você teve ou tem um cachorro, já deve ter pensado sobre a conversão, a idade de cachorro que falam por aí, cada ano vale por sete. Se é verdade, não sei. Mas que me fez querer ter mais tempo com eles, isso fez. E mais tempo às vezes não existe, e aí a gente muda pra melhor tempo.

E melhor tempo eu tento ter sempre que encontro, por sorte, uma pessoa especial, um lugar especial, uma comida especial. E não se enganem, eu tento não me enganar. O especial, pra mim, é o que me toca. O que me emociona. É aquela música que vai no compasso do meu coração.

Tudo passa, sem dúvida. E por isso abrace, abrace forte e apertado, pra enganar o tempo, pra congelar o momento, pra trazer pra perto do coração. Depois solta, deixa ir. Que tudo flui, tudo voa, voa como o pensamento.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s