O que é a vida?

São nesses momentos de nada que acabo pensando em tudo.

O sol do meio dia queima minha pele enquanto vivo o nada no quintal. Sinto o cheiro das flores chamadas Damas da Noite, o cheiro forte e doce invade meus pulmões me causando uma leve náusea. O cheiro é tão forte que me parece vulgar, é a imposição noturna às 12 horas.

Me confundo toda em sentimentos e divagações.

Sinto dentro mim algo tremer, como se treme ao ter medo do desconhecido.

E é isso que a vida é para mim, uma grande desconhecida, e a cada esquina uma pessoa nova, uma vida pra quem me apresento e em seguida me despeço.

Se Abujamra me perguntasse o que é a vida, diria isso. E se me perguntasse novamente, diria que é a dama da noite afogando meus pulmões, me dizendo que é doce e me deixando nauseada, e se me perguntasse de novo, talvez eu chegasse a conclusão que a vida é tudo que eu tento com tanto afinco descobrir, e ao descobrir me despeço.

E meu Deus, como me dói me despedir.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s