Escreva, você me disse

Algumas coisas eu só faço quando me sinto quebrada por dentro, como se fosse uma forma de me juntar, pedacinho por pedacinho e assim, montar uma nova versão de mim mesma.

No final, eu sei que continuo sendo quem eu era, só que diferente. Como se nessa montagem surgisse algo novo. Como uma cicatriz recente que nunca vai desaparecer, mas que aos poucos acabo me acostumando, como se ela sempre tivesse existido, sem ter tido um antes, somente o agora e o depois.

Estou cansada de sentir medo.
Cansada de procurar abrigo e nunca achar.
Estou cansada de segurar o choro e o grito na garganta.
Estou cansada de me atirar em braços que não vão me segurar.
Estou cansada de esperar o momento certo, de me fazer de distraída e torcer para tropeçar no meu próprio destino.
Eu estou completamente cansada, mas ainda não desisti.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s