A Borboleta Amarela

Olha pela janela, ainda restam algumas árvores. O som das folhas ao vento rompem as barreiras e invadem nosso quarto.
Presta atenção, tudo tem som de saudade, tudo é canção.
Escuta o que digo, são sempre os detalhes, essas coisas tão pequenas e ligeiras como o riso no meio de uma conversa, ou como olhos que tentam escapar em vão de outros olhos espertos.
Pense em todas as coisas que não são ditas, essas coisas que a gente sabe que dispensam palavras.
Imagine uma borboleta cruzando seu caminho. Ela é linda e delicada, quase um par de pétalas que aprendeu a voar. A borboleta voa leve e apressada, num piscar de olhos você a perde de vista.
Quando fechar os olhos, meu bem, não deixe de ouvir o vento e as folhas. Quando ver uma borboleta, presete atenção, tantas coisas na vida são assim, como uma borboleta amarela e como folhas ao vento.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s