assunto sem relevância

O que existe no silêncio que te assusta?
No silêncio ou no escuro, tanto faz.
O que te assusta?
No silêncio tem um barulho, aquele barulho que vem de dentro, vem da cabeça e do coração.
No silêncio tem solidão. A solidão te assusta?
A solidão é como um reflexo, um reflexo vivo que se vê na água. Com as pontas dos dedos úmidos e gelados você toca a superfície. O reflexo se desfaz.
O que você vê? Quem é você? A imagem desfeita na água, ou o corpo quente, inerte, amedrontado olhando para a água?
A solidão bagunça a gente.
Não que ela seja um problema, mas são essas perguntas, essas coisas que ela traz junto.
Essa coisa estranha que a gente sente quando está sozinho no escuro.
Se sentir sozinho, frágil, vulnerável.
Deram esse nome bonito, solitude. É a mesma moeda com dois lados.
A solitude poderia ser o reflexo bonito na água intocada.
A solidão é sua imagem desfeita tentando a todo custo se encontrar.
Uma é dor, a outra é arte.
Existe arte sem dor?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s