Olá

De repente sou eu comigo mesma.
Meu Deus, como eu falo, como eu penso!
Eu não me deixo em paz.
E meu coração não para de reclamar, talvez eu não tivesse prestado atenção.
– O que você quer? O que eu quero?
Agora não tenho pra onde fugir, não existe nenhum outro lugar mais barulhento que minha própria alma.
Sim, eu vou dizer o que vem a minha mente, vou contar o que sente meu coração. Sou eu no espelho, eu sou tudo que vivi.
Ai como dói sentir, como dói.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s