Noites quentes e chuva

O som da chuva caindo pesada lá fora invade meu quarto.
Presto atenção na água que corre pela calha, nas gotas respingando nas poças, o vento que muda a direção da chuva.
O som que vem lá de fora me lembra o som da sopa fervendo na panela numa noite fria dos anos 90.
A sopa quente aquecia o corpo, a sopa quente feita pela minha mãe aquecia também o coração.
Hoje a noite não está fria, o calor vem até castigando.
A chuva orquestrada, pesada e tão sonora me lembra que mesmo em noites quentes eu não posso esquecer de aquecer meu coração.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s