Meus amigos

Há tantas canções que falam de amigos.
Eu quero ter um milhão de amigos. meu amigo Charlie Brown, meu caro amigo, me perdoe se não lhe faço uma visita.
Os amigos. Se não fossem eles, o que seria de nós?
Eles conhecem nossos defeitos, nossas histórias, nossos piores dias e os melhores dias. Nos viram bêbados e chorosos, nos viram amando e partindo, nos abraçaram e nos xingaram porque às vezes é preciso. Esses meus amigos que conhecem cada canto escuro que me forma e mesmo assim conseguem ver tanta luz em mim.
Me chamam de incrível, incríveis são eles.
Desde a vida toda. Um amigo. Um que se se foi, um que existe há duas décadas, um que chegou agora. Meus amigos.
Conversando com minha paixãozinha não correspondida do primário, ele me contou que minha melhor amiga pediu pra ele me dizer oi na escada do colégio. Eu ganhei um oi, e aquele deve ter sido o dia mais feliz da minha vida tão recente com tantos melhores dias pela frente.
Os amigos.
Amigos que atendem.o telefone de madrugada.
Que te deixam em silêncio tomando um sorvete porque você só precisa de um sorvete.
Amigos pra todas as horas.
O que seria de mim sem vocês?
Na certa não me sentiria incrível, pois de que adianta ter luz se não há ninguém pra ver?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s