Memórias

Talvez você se lembre de mim

Quando as mãos dela tocarem seu corpo

Como as minhas mãos faziam

Ou quando morta de desejo

Ela mordiscar seu queixo e sentir assim o cheiro doce da nudez dela,

O cheiro que lembrará o meu, o beijo que se parece com o meu, o cabelo liso e claro espalhado sobre o seu peito, te lembrando os cachos escuros onde seus dedos se emaranhavam, e você vai lembrar que era assim que nossos dedos se enroscavam e eu arrancava de você os últimos suspiros da noite

A mesma noite que agora embala vocês dois, e não nós.

E talvez por isso você se lembre

Porque a moça ao seu lado não tem nada de mim.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s