A água do céu

Foi um dia difícil.
Daqueles dias que transformam a alma em poeirinha.
E eu só queria minha casa.
Tudo tão difícil, por que tudo tem que ser tão difícil? O amor, a vida, o trabalho, o peso que se carrega nos ombros e na cintura…
E eu fui pra casa.
Caiu um temporal.
Eu que quase não ando com guarda-chuva fui banhada pela água do céu.
E essa chuva que tocou minha pele numa noite quente me fez lembrar de uma coisa, tudo pode ser muito difícil, muito pesado, mas nada seria tão bom se tudo isso não existisse. É o peso que deixa tudo mais leve? Eu acho que sim.
Enquanto minha pele ia sendo molhada pela chuva, pude sentir o cheirinho doce que exalava de mim, e eu sou assim, mesmo quando esqueço, mesmo quando tudo me faz acreditar no contrário, eu ainda sou doce, e esses momentos difíceis e amargos

vão e vêm, e eu sempre serei assim.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s