Como dizia Mário Quintana

Ódio dói bastante. Ofensa dói bastante. Tudo que é ruim dói mais, tudo que é negativo dói mais. 

E só dói porque essas coisas gritam, berram, usam um auto falante terrível. 

E o amor é diferente. É silencioso e acalentador.

Como pede Mário Quintana, o amor ama baixinho, deixa em paz os passarinhos, o amor é o refúgio que a gente encontra pra se esconder de tudo que grita e escurece a alma. Não dói, e se dói, não é amor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s